IEB5038 – Artes no Brasil, Final do Século 19 e Início do Século 20: Produção e Teoria

Prof.Dr. Luiz Armando Bagolin

Início em: 20/08/2019

3º feira | 19h00 às 22h00

Local: Auditório 02 | IEB

Duração: 6 semanas

O presente curso pretende ler algumas das doutrinas gerais escritas sobre as artes como critério de investigação histórica e crítica que permita auxiliar a reflexão sobre as produções artísticas realizadas em território brasileiro, do final do século XIX ao início do XX.

Conteúdo (Ementa)

  1. A doutrina do “gênio”, ou o artista como sujeito contemplativo das histórias da arte surgidas no final do século 19.
  2.  A “Real Escola de Desenho, Pintura, Escultura e Arquitetura Civil”, do Rio de Janeiro, e as doutrinas artísticas européias, circulantes desde o século 16. A “pintura de costumes” de Debret, riparographia e gênero baixo.
  3. Os tratados de Giovan Pietro Bellori, André Félibien e outros: a subordinação da cor ao desenho. Poussin, Claude Lorrain, David e Ingres como exemplos para os pensionistas franceses no Brasil.
  4. Existiu uma “Missão Francesa”? A questão de Afonso d’Escragnolle Taunay.
  5. O tratado de Roger de Piles e outros: a cor como diferença; o desenho como generalidade. O elogio dos tratados venezianos e da sembianza, de Lomazzo. O grupo Grimm e a pintura emancipada do desenho; Giovanni Battista Castagneto e a pintura de “fundo”, ou de mancha.
  6. A “Retórica dos Pintores” de Modesto Brocos: a retórica como ruína.