IEB5043 -A Música Popular no Século XIX em Diferentes Abordagens Sociológico-Musicais

Prof .Dr. Gabriel Sampaio Souza Lima Rezende

Datas das aulas: 12, 14 e 16 de agosto

2ª, 4ª e 6ª feira |  19h00 às 22h00

Local: Auditório 01 | IEB

Duração: 1 semana

 

Explorar as relações entre música popular, modernidade e modernização desde uma perspectiva sociológico-musical.Abordar diferentes formas de representação do nacional-popular em distintos momentos e contextos da modernidade brasileira e latino-americana, com ênfase no campo musical.

Conteúdo:

A emergência da música popular como singularidade histórica ocidental está intimamente relacionada com a formação dos grandes centros urbanos e a industrialização. Propõe-se, então, estudar esse fenômeno em três módulos: no primeiro, através da discussão das relações entre as mudanças de estrutura social que marcam a transição entre os séculos XVIII e XIX e a reorganização da vida musical européia em torno da polaridade “música popular”/“música erudita”; no segundo, através do exame de como a música popular se vincula às percepções da modernidade em países latino-americanos; no terceiro, através das relações entre mudança de estrutura social em países desse sub-continente e seu impacto na produção de musical local.

I. Mudança de estrutura social e emergência da música popular nas metrópoles ocidentais

1. Mudanças na estrutura social e a “grande transformação” do gosto musical: a sociologia da música de William Weber

2. Natureza e função social da música popular: a sociologia da música de Derek Scott;

II. Funções sociais da música popular e as percepções da modernidade

1. Música e civilização: discussão de “La (son)risa del burro: música, entretenimiento y civilización en el México decimonónico”, de Gabriel Lima Rezende;

2. Música e cosmopolitanismo: discussão de “Cosmopolitismo e world music no Rio de Janeiro na passagem para o século XX”, de Cristina Magaldi;

III. Mudança de estrutura social e conformação de gêneros de música popular na América-Latina

1. Mudança de estrutura social e formação de gêneros musicais nacionais em Porto Rico: discussão do capítulo “Ponce, la danza y lo nacional” do livro Salsa, sabor y control: sociología de la musica tropical, de Ángel Quintero-Rivera;

2. Mudança de estrutura social e a forma musical em Villa-Lobos: discussão de “Getúlio da Paixão Cearense (Villa-Lobos e o Estado Novo)”, de José Miguel Wisnik;

3. Mudança de estrutura social e forma musical em Pixinguinha.